1/1

'Ele e Seus atributos são Um.'

Na Cabalá Judaica, Deus tem dez atributos, chamados Sefirot (Sefira, singular; Sefirot, plural.) causalmente inter-relacionados entre si em uma estrutura de rede hierárquica chamada Árvore da Vida (AdV) (veja o diagrama.).

 

Deus pensa, age e se manifesta através da AdV, e Sua mente está distribuída por todas as Sefirot que formam uma unidade. Sua mente é composta por todas as Sefirot que formam, juntas com seus relacionamentos, uma unidade.

 

Uma criação de Deus de qualquer entidade (por exemplo, um universo) é concebida como um processo de desenvolvimento produzido por todas as Sefirot em coordenação, desde a Sefirá de nível mais alto, chamada Keter, que deseja criar essa entidade, até Sefirá de nível mais baixo, Malkut, que conterá a entidade criada, passando anteriormente por todos os níveis intermediários das Sefirot que contribuem de maneiras específicas para dar vida a essa entidade.

 

Pouco antes de chegar à fase Malkut, a entidade existe na mente de Deus, na Sefirá Yesod, como um ser potencial, pronto para ser atualizado e se tornar parte integrante de Malkut.

 

Em Malkut, finalmente, a entidade é um ser temporal que é sustentado por todos a AdV e evolui de acordo com o objetivo original de Deus para ela.

Um diagrama da Árvore da Vida Sefirótica. 

D*: Um modelo da mente de Deus

 

Com base na Árvore da Vida Sefirótica, construímos um modelo da Mente de Deus, chamado D * (D estrela), que cria e opera em redes semióticas para criar universos atuando através de seus atributos, que são modelos das Sefirot, denominados DS*.

 

As DS* nos permite desenvolver estruturas matemáticas abstratas que podem ser criadas, mantidas e transformadas pelo D* através de sistemas multi-anjos (veja o vídeo). A partir dessas estruturas, podemos entender como D* cria e sustenta um universo.

 

Nossa abordagem é absolutamente geral e científica. Nossa metodologia começa com estruturas abstratas simples para entender fenômenos naturais complexos como, por exemplo, um campo quântico.

Como estamos trabalhando com modelos, que são representações imperfeitas da realidade, podemos melhorá-los continuamente.

Video: Exemplo de um campo dinâmico abstrato em uma rede semiótica na DS* de Malkut produzido por um sistema multi-anjos resultante da ação conjunta de todas as DS*.

'Árvore da Vida' Sefirótica

Gur Aryeh Institute for Research and Education, Inc.